Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Primeira Casa da Rua

SE O TEMA É DESIGN, DECORAÇÃO OU FAÇA VOCÊ MESMO, ENTÃO ESTÁ AQUI!

Em casa de... Brooke Shields

Brooke Shields, a actriz que fez a primeira Lagoa Azul em 1980, ao que consta, o filme que todas as adolescentes adoravam na época, abriu as portas da sua casa de Nova Iorque, mais precisamente na zona de Greenwich Village à revista AD norte americana.

 

Uma casa onde o requinte clássico se mistura com algumas peças, nomeadamente, obras de arte que permitem criar composições mais eclécticas e mais dinâmicas, visualmente.

 

Veja as casas de outras celebridades como Sarah Jessica Parker ou Giorgio Armani na secção Espaços & Casas.

 

brooke-shields-new-york-townhouse-5.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-1.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-2.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-3.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-4.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-6.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-7.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-8.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-9.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-10.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-11 (1).jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-12.jpg

brooke-shields-new-york-townhouse-13.jpg

4 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 01.08.2017 15:37

    O gajo do PAN não escreveu nada, até agora mas, escrevo eu e não sou do PAN.

    O comentário sobre a "suposta" inveja do deputado do PAN em relação aos 50 pares de sapatos só a ele respeitará ou não.

    O que importa é que a pele como artefacto ou peça de vestuário e mobiliário implica processos atrozes envolvendo diversas espécies de animais sem qualquer justificação a não ser que já hajam, por declarada e imperativa necessidade sapatos de pele humana ou sofás da mesma.

    Fiquemos pelo respeito e dignidade das espécies de animais deste Planeta não as maculando e destruindo em nome da vaidade humana.
  • Sem imagem de perfil

    Carlos Figueiredo 01.08.2017 15:42

    O comentário iniciado pelo "O gajo do PAN..." foi publicado, inadvertidamente, como anónimo e não era essa a intenção.

    Assim, a identificação é a mesma deste.

    Sou Vegano, respeito os animais e defendo a preservação das espécies, sem usar qualquer tipo de provocação para o efeito, como foi o comentário desnecessário, na minha opinião, de Há Niñas.
  • Sem imagem de perfil

    HÁ NIÑAS 01.08.2017 17:13

    Calma, Carlitos. Se tu és Vegano, eu sou a abelha maia. Claro que o gajo do PAN ainda não escreveu nada. Nem vai escrever. Ou achas tu que ele se chateia por a dona dos sapatos e do tapete gostar da pele dos animais? Obviamente que não. O gajo do PAN é mais cães e gatos, por enquanto. Na verdade, não o vejo a exigir a regulação do poder paternal para porcos e porcas, bois e vacas. Lá chegará o tempo se veganares o suficiente. Cá por mim, gosto mais do que está dentro da pele, uma boa picanha, um bom bife, etc., bem como do que está dentro da casca, um bom camarão-tigre, uma lagosta, uma santola. Ainda vais morrer ougado...
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.